Motos confirmadas como uma mais valia para a cidade

Motos confirmadas como uma mais valia para a cidade

Motos já podem circular em todas as Faixas BUS do Porto

Já podes rolar na tua moto  em TODOS os corredores BUS da baixa da cidade do Porto!

A notícia foi dada de modo discreto pela CM Porto e a PSP da cidade já está avisada.

Os “novos” corredores BUS que agora também nos permitem a circulação já começaram a receber a devida sinalização.

Esta grande notícia – exemplar a nível nacional – demonstra que o motociclo é um excelente meio de transporte urbano, que a primeira fase implementada a 1 de maio de 2014 constituiu um sucesso e que a segunda fase, imposta em maio de 2015, o confirmou.

Mais, como o sentido em muitas ruas do Porto eram apenas “faixa BUS”, como a Rua Costa Cabral, por exemplo, esta medida revoluciona os nossos trajectos!

O Moto Clube do Porto aproveita para dar os parabéns à Vereadora Cristina Pimentel, o “cérebro” desta grande ideia.

Recordamos que apenas Almada e Lisboa, ainda de forma ténue, estão a seguir esta ideia que permite uma maior fluidez de trânsito, com todas as vantagens ambientais inerentes.

Aqui vai o comunicado da CM Porto, publicado a 7 de junho de 2016 no seu site:

A Câmara do Porto alargou hoje a todos os corredores BUS da cidade a autorização de circulação de motociclos nas faixas destinadas anteriormente apenas a transporte público. A medida encerra um ciclo de alargamento do sistema que foi pioneiro na Câmara do Porto e que tem corrido muito bem.

A vereadora da Mobilidade da Câmara do Porto, Cristina Pimentel, revelou também, na reunião de executivo, que até ao fim do ano pretende criar na cidade pelo menos mais dois corredores BUS, nas ruas da Constituição e Diogo Botelho.

De acordo com Cristina Pimentel, este canal reservado aos transportes coletivos na rua da Constituição deve abranger o troço da artéria situado entre a praça do Marquês e a rua Antero de Quental.

A intenção é, também, resolver o problema de “estacionamento ilegal do lado direito [a rua tem apenas o sentido descendente]”, o que “coloca algumas dificuldades à circulação de autocarros”, acrescentou.

A intervenção será acompanhada de uma renovação do piso, “que se encontra em mau estado”, tal como se prevê que aconteça na rua Diogo Botelho, esclareceu a vereadora.

Cristina Pimentel acrescentou que, naquela artéria, a Câmara pretende também criar uma faixa BUS no sentido praça do Império/centro da cidade.”

 

 

 

Motos & Motards